top
  spacer spacer
 
• Nasce a 19 de Dezembro de 1932 na cidade do Porto, sendo baptizado na Igreja da Freguesia de Santo Ildefonso. Passa a viver com seus pais na Rua de Sá da Bandeira 111, Porto, por cima da Camisaria Porto, propriedade de seu pai, mesmo em frente ao Teatro Sá da Bandeira. As recordações desses anos marcam-no profundamente. É neste período que se procede à instalação da canalização e obras de saneamento dos esgotos da cidade, levantando o pavimento à sua porta. Assiste, com frequência da janela de casa à entrada e saída dos artistas do Teatro e aprecia, maravilhado, os cartazes na fachada. Fica com os olhos presos no sinaleiro do cruzamento da sua rua, convencido de que é ele que manda os automóveis seguir para onde ele quer. É o primeiro contacto com uma farda e com a autoridade. Passa, já com dez anos, a observar os carros de bois, os carrejões, os artistas que frequentam a Brasileira, Pedro Homem de Mello, Vasco Lima Couto de quem se faz amigo, António Pedro. Inicia as suas ligações literárias nos cafés da baixa do Porto.

• É o período da Rádio em que se transmite música portuguesa, com letras que grava na memória para toda a vida. Nas férias grandes, em Agosto, vai até a praia da Aguda, já deliciado com os animais dos rochedos e depois segue para a quinta do avô onde passa Setembro.

• Muda de casa onde dispõe de um pequeno jardim onde o avô, reconhecendo o seu gosto pela jardinagem, lhe cede um canteiro. Inicia o seu aprendizado da Botânica semeando feijões e milho. Era já, por volta dos 12 anos, um amante da Natureza e das coisas vivas. Frequenta o Liceu Alexandre Herculano.

• Nesta mesma fase, ouve na Rádio os relatos da Grande Guerra a partir de BBC, pela voz inesquecível de Fernando Pessa. É tempo de racionamento, do gasogénio, das plantações de batatas nos jardins públicos, das senhas e das bichas. Tudo vai gravando na memória. Inicia o aprendizado do violino, assiste à colagem da papeis nos vidros para evitar estilhaços por bombardeamentos em finais da guerra.

• Assiste ao fim da II Grande Guerra, com a multidão delirante nas ruas.

• Terminado o Liceu, ingressa na Faculdade de Medicina do Porto e no Orfeão Universitário, fazendo parte da famosa Orquestra de Tangos que viria a reger. Toma parte em excursões pelo País, em Espanha, Angola e Moçambique onde casa. Toma parte, também, no Teatro Clássico Universitário do Porto. Terminado o curso médico, inicia o aperfeiçoamento da especialidade de Ortopedia. Chamado para o serviço militar, cumpre a recruta em Mafra e solicita o ingresso no Quadro Médico Comum do Ultramar, sendo colocado em Moçambique. Tem, nesta altura, 4 filhos, 3 raparigas e 1 rapaz. Faz exame da especialidade e ingressa como regente de Anatomia na Faculdade de Medicina de Lourenço Marques onde presta provas de doutoramento. É Director do Serviço de Ortopedia do Hospital Militar de Lourenço Marques. Regressado a Portugal, trabalha no Hospital de S. Lázaro, Lisboa e, seguidamente, toma conta da regência da cadeira de Fisiologia da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Nova de Lisboa, onde cria a cadeira e o respectivo Laboratório, o primeiro Biotério da Faculdade e de onde transita para regente de Anatomofisiologgia da Faculdade de Motricidade Humana, Lisboa, sendo convidado para regente da Escola Superior do Alcoitão, do Instituo Superior de Ciências da Saúde Abel Salazar, no Porto e do Instituto Superior de Ciências Médicas Egas Moniz. Prossegue a sua actividade de investigador recebendo o Prémio Pfizer. Inicia o curso de Línguas e Literaturas Modernas na Faculdade de Letras de Lisboa e, uma vez licenciado, inicia uma carreira de escritor que nunca mais abandonou. Assume a Presidência da Sociedade Portuguesa de Escritores e Artistas Médicos, cria a União de Médicos Escritores e Artistas Lusófonos de que é o primeiro co-Presidente. Divorciado, casa em segundas núpcias com Maria Guinot, artista de elevado gabarito nacional e internacional, de quem recebe incentivo e ambiente artístico que muito contribui para a sua evolução em Literatura.

• Sofre um enfarte cardíaco, retirando-se da actividade docente que só esporadicamente mantém. Director da Escola Superior de Saúde Egas Moniz, na Caparica, é solicitado para inúmeras palestras e mantém como publicista uma actividade regular.

• Incluído, com descrição bio-bibliográfica:
  - Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira (8º Vol, Actualização 170-171) e 5.º volume da nova edição. Lisboa. 1986.
  - Enciclopédia Portuguesa e Brasileira de Cultura. Ed. Verbo. Lisboa. Livro Grande dos Portugueses, Circulo de Leitores, Lisboa. International Author´s and Writers Wh´s Who, pag 455. Cambridge. 1991 e Ed. seguintes.
  - American Biographical Institute, pag 310. Ontário, USA. 1992.
  - Paul, Anabel - Armando Moreno, um Escritor a Considerar. In Portugal de Aquém e de Além. Porto. 1986.
  - Rodrigues, Matos - Dicionário da História de Lisboa. (446-449)Lisboa. 1994.
  - Esteves, Fernando – Por Mares Nunca Dantes Navegados . in Medicina e Saúde. (36-39). Lisboa. 1998
  - Vasconcelos, Taborda – É o Humanista que Pré-Existe no Médico – Notícias Médicas. Pag 24. Lisboa 2001.
  - Múltiplas críticas e referências em jornais e revistas.
.